Infraestrutura

Minfra conta com R$ 165 bilhões em investimentos privados para infraestrutura em 2022
23 de dezembro de 2021 | Por Barufi Consultoria

Se depender das projeções do Governo Federal, em 2022 o investimento privado em infraestrutura no Brasil deverá disparar. Segundo o Ministério da Infraestrutura, a meta é leiloar no próximo ano 50 ativos, contratando R$ 165,5 bilhões em investimentos.

Cumprindo essa projeção, o total de recursos privados aplicados será mais de 4 vezes superior ao realizado em 2021. O balanço do ano, apresentado pelo ministro Tarcísio Gomes de Freitas, registra R$ 37,6 bilhões em investimentos futuros provenientes da transferência de 39 ativos.

A projeção para 2022 também é superior ao total contratado nos três primeiros anos da atual gestão do Minfra. Entre 2019 e 2021, o investimento privado contratado por concessões ficou em R$ 89 bilhões com a transferência de 79 ativos. O valor arrecadado com outorgas chega a R$ 19,58 bilhões.

 

Balanço de 2021

Conforme o balanço apresentado pelo Minfra, em 2021 foram finalizados 39 leilões de concessão de ativos. Os empreendimentos preveem R$ 37,6 bilhões em investimentos. Foram arrecadados ainda R$ 6,23 bilhões em outorgas.

O resultado ficou abaixo da meta prevista para o ano. O Governo Federal esperava, por meio de concessões, garantir R$ 137 bilhões em recursos privados para investir em 50 empreendimentos. A expectativa, agora, é recuperar o terreno perdido em 2022.

Um dos destaques entre as concessões realizadas em 2021 foi a renovação do contrato para a gestão da Via Dutra. A estrada deverá receber, nos próximos 30 anos, R$ 14,8 bilhões em investimentos nos seus 625 km concedidos. Somadas, as três concessões de rodovias federais concretizadas garantirão R$ 24,5 bilhões em investimentos.

No modal ferroviário, apenas uma concessão foi concluída: a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), na Bahia, que prevê investimento de R$ 3,3 bilhões em 537 km de trilhos. Também estava previsto o leilão da Ferrogrão, com 933 km, entre Sinop (MT) e Miritituba (PA). Este certame, porém, foi interrompido por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Previsão para 2022

Os R$ 165,5 bilhões em investimentos privados que o Governo Federal pretende contratar em 2022 devem vir da concessão de 50 ativos, sendo 14 projetos do modal rodoviário, 4 do aeroportuário, 3 do ferroviário e outros 29 portuários.

  • Rodovias: os 14 projetos rodoviários preveem a concessão de 8,83 mil km de rodovias, com investimento total de R$ 81,6 bilhões.
  • Aeroportos: com a 7ª rodada de Concessões e a relicitação do Aeroporto de Viracopos, serão 18 terminais concedidos, chegando a R$ 13,4 bilhões em investimentos.
  • Ferrovias: estão previstas duas renovações (FCA e MRS) e uma nova concessão (Ferrogrão). O investimento pode chegar a R$ 55,7 bilhões.
  • Portos: entre desestatizações, concessões e arrendamentos, serão transferidos 4 portos, 1 canal e 24 terminais, gerando R$ 14,6 bilhões em investimentos.

 

 

Pro Trilhos

Além da carteira acima, o Minfra aposta no Pro Trilhos para elevar a participação ferroviária na matriz de transportes. Atualmente, o programa, que prevê a construção de novas ferrovias por meio de autorização, já conta com 49 propostas homologadas. O potencial de investimentos é de R$ 165,8 bilhões para a construção de quase 13 mil km de trilhos.

Ou seja, caso o Minfra consiga transformar seus projetos para 2022 em realidade, o Brasil vai oferecer um leque variado de oportunidades para grandes empreendedores na área de infraestrutura. 

E a Barufi Consultoria está preparada para auxiliar no planejamento e modelagem destes investimentos.

 

Receba as principais notícias sobre infraestrutura direto no seu e-mail.
Assine nossa newsletter!

Newslatter enviado com sucesso!
Verifique seu email.