Concessão

Confira as oportunidades de investimento em concessão de infraestrutura em São Paulo neste ano
18 de fevereiro de 2022 | Por Barufi Consultoria

Em 2022, o estado com a maior economia no Brasil oferece uma carteira variada de ativos de infraestrutura a parceiros privados. Para quem deseja investir em São Paulo, há oportunidades nos modais rodoviário, ferroviário, portuário e aeroportuário.

O pacote inclui dois dos principais equipamentos de infraestrutura do país: o Porto de Santos e o Aeroporto de Congonhas. Também está prevista a concessão do Trecho norte do Rodoanel Mário Cova, incluindo a conclusão das obras paralisadas desde 2014.

Confira a seguir os ativos disponíveis e o andamento de cada processo de concessão

 

Ativo: Lote Noroeste de rodovias de São Paulo

São 1,022 km de rodovias, cruzando 49 municípios da região Noroeste do Estado.

Investimento previsto: de acordo com a Artesp, o lote deverá receber R$ 11,9 bilhões em investimentos ao longo do contrato, sendo R$ 4,5 bilhões para duplicações, construção de novos acessos e viadutos.

Andamento: Em dezembro, a Artesp concluiu uma etapa de audiências públicas sobre o projeto, e agora trabalha na elaboração do edital. 

Previsão de leilão: segundo semestre de 2022.

 

Ativo:  Rodoanel Mário Covas – trecho norte

Trecho de 44 km, incluindo a conclusão das obras interrompidas desde 2014 e a exploração da via por 30 anos.

Investimento previsto: de acordo com o edital, o investimento total é de R$ 3 bilhões, sendo R$ 1,7 bilhão para a conclusão das obras paralisadas. 

Estágio: Edital publicado em janeiro de 2022.

Previsão de leilão: 27 de abril de 2022.

 

Ativo:  Trem Intercidades

Trecho de 101 km ligando as cidades de São Paulo e Campinas. Concessão será na modalidade Parceria Público Privada.

Investimento previsto: durante os 30 anos do contrato, deverão ser investidos R$ 8,6 bilhões.

Estágio: publicação do edital, inicialmente prevista para dezembro de 2021, deve ocorrer até março.

Previsão de leilão: em até 120 dias após a publicação do edital.

 

Ativo: Porto de Santos

A concessão do Porto de Santos, maior complexo portuário da América Latina, será de 35 anos, prorrogáveis por mais 5 anos.

Investimento previsto: serão R$ 16 bilhões em investimentos ao longo do contrato para adequação da infraestrutura portuária. O concessionário também desembolsará R$ 1,3 bilhão em outorgas à União.

Estágio: concessão está em fase de consulta pública, que se estende até o dia 16 de março.

Previsão de leilão: segundo semestre de 2022.

 

Ativo: Porto de São Sebastião

Nova concessão do Porto de São Sebastião terá contrato de 25 anos, prorrogáveis por mais 5 anos.

Investimento previsto: ao longo do contrato, o terminal deverá receber R$ 574 milhões em investimentos, além de R$ 33,3 milhões de outorga a ser paga à União.

Estágio: etapa de audiências públicas se encerraram na última semana.

Previsão de leilão: segundo trimestre de 2022

 

Ativo: Aeroporto de Congonhas

O terminal integra o Bloco SP/MS/PA/MG da 7 Rodada de concessões aeroportuárias, juntamente a outros 11 aeroportos.

Investimento previsto: o investimento previsto no bloco é de R$ 5,9 bilhões, além de R$ 255 milhões de outorgas. 

Estágio: o edital está em análise no Tribunal de Contas da União (TCU).

Previsão de leilão: primeiro semestre de 2022.

 

Ativo: Aeroporto de Viracopos 

Devolvido pela concessionária à União, o  Aeroporto de Viracopos será relicitado neste ano. O novo contrato terá duração de 30 anos.

Investimento previsto: Ao longo do contrato serão investidos R$ 4,25 bilhões. 

Estágio: Anac trabalha na elaboração do edital, que deverá ser enviado para análise do TCU.

Previsão de leilão: primeiro semestre de 2022

Receba as principais notícias sobre infraestrutura direto no seu e-mail.
Assine nossa newsletter!

Newslatter enviado com sucesso!
Verifique seu email.