Concessão

Com lote Noroeste, São Paulo busca R$ 11,6 bilhões em investimentos em mais de mil quilômetros de rodovias
5 de novembro de 2021 | Por Barufi Consultoria

O governo de São Paulo está oferecendo à iniciativa privada a gestão de 1.022 km de estradas. O Lote Noroeste integra a quinta etapa do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado e pretende garantir R$ 11,6 bilhões em investimentos ao longo de contrato.

Atualmente, o projeto encontra-se na fase de consulta pública. Até o final de novembro, qualquer pessoa pode fazer sugestões ao projeto por meio do site da Artesp (Agência de Transporte do estado de São Paulo). 

 

Modelagem

A licitação, realizada na modalidade de concorrência internacional, terá o maior valor de outorga como critério de julgamento. O vencedor do certame será responsável pelo lote por 30 anos.

O cronograma prevê o lançamento do edital em fevereiro de 2022 e a realização do leilão em junho. O projeto prevê a duplicação de 276 km de rodovias, a criação de 98 km de terceiras faixas e mais 50 km de faixas adicionais. 

Também consta do projeto a construção de 216 km de novos acostamentos, 44 km de marginais e 68 km de ciclovias. Serão criadas ainda 10 novas praças de pedágio, além das 10 já existentes.

Segundo a Artesp, os investimentos beneficiarão 49 municípios paulistas, agrupados em quadro regiões. Confira o que prevê o projeto para cada uma delas.

 

Região de Penápolis

Deverá receber cerca de R$ 2 bilhões em investimentos. Serão R$ 392 milhões destinados apenas para a duplicação de 73 km de estradas. Também estão previstas a implantação de 100 km de acostamentos, recuperação de pavimentos e a implantação de passarelas, marginais e ciclovias.

Benefícios diretos para os usuários:

  • 5 novos postos de atendimento ao usuário
  • 1 ponto de parada e descanso
  • Melhoria na segurança viária 
  • Iluminação nos trechos urbanos 
  • CFTV para monitoramento e segurança 
  • Equipamentos, veículos e sistemas 
  • Wi-Fi, Fibra ótica, 0800 e radiocomunicação

 

Região de Barretos

Os R$ 3 bilhões de investimentos previstas para a região de Barretos serão destinados à duplicação de 102 km de estradas (R$ 547 milhões), construção de 116 km de acostamentos, intersecções, recuperação de pavimentos, passarelas, marginais e ciclovias, entre outras melhorias.

Confira os benefícios diretos para os usuários das estradas:

  • 7 novos postos de atendimento ao usuários
  • 2 balanças fixas operando
  • 2 pontos de parada e descanso 
  • Melhoria na segurança viária 
  • Iluminação nos trechos urbanos 
  • CFTV para monitoramento e segurança
  • Equipamentos, veículos e sistemas 
  • Wi-Fi, Fibra ótica, 0800 e radiocomunicação

 

Região de Araraquara

A duplicação de 68 km de rodovias, a construção de 51 km de terceiras faixas e da Marginal São Carlos estão entre os principais investimentos previstos para a região de Araraquara. O valor total previsto nos 30 anos do contrato é de R$ 3,5 bilhões.

Demais benefícios diretos para os usuários:

  • 9 novos postos de atendimento ao usuário
  • 2 balanças fixas operando
  • 1 ponto de parada e descanso
  • Melhoria na segurança viária
  • Iluminação nos trechos urbanos
  • CFTV para monitoramento e segurança
  • Equipamentos, veículos e sistemas
  • Wi-Fi, Fibra ótica, 0800 e radiocomunicação

 

 

Região de São José do Rio Preto

Mais de R$ 550 milhões serão destinados à construção da Marginal São José do Rio Preto. A região também terá 33 km de estradas duplicadas e receberá novos dispositivos, passarelas e ciclovias. Ao todo, serão R$ 3,5 bilhões para a região.

Outros benefícios diretos aos usuários: 

  • 9 novos postos de atendimento ao usuário
  • 1 balança fixa operando
  • 1 ponto de parada e descanso
  • Melhoria na segurança viária
  • Iluminação nos trechos urbanos
  • CFTV para monitoramento e segurança
  • Equipamentos, veículos e sistemas
  • Wi-Fi, Fibra ótica, 0800 e radiocomunicação

Receba as principais notícias sobre infraestrutura direto no seu e-mail.
Assine nossa newsletter!

Newslatter enviado com sucesso!
Verifique seu email.